segunda-feira, novembro 05, 2007

Ângulo Insólito


"Uma semana no Hotel Marambaia em Cabeçudas, participando do 5º Seminário de Artes Plásticas de Itajaí, ministrando uma oficina de pintura ARTETERRARETTA, isto é: pintando a paisagem que se vive e não a que se vê. O chão como pano de fundo, a terra pintada com terra, por uma poética pé no chão. Para ver as coisas de cima, como diria o Tiago Rechia. Uma nova paisagem?

Aproveitando que estamos no início de um novo século, começamos a oficina passando tinta preta nas imagens de um jornal. Deixando só texto e blocos negros. Professor, pra que isso? Pra gente esquecer totalmente o tipo de imagem produzida até o final do século passado e não me chame de professor, pois o que vai acontecer aqui, não é coisa de professor e aluno... nós estamos aqui para mudar o jeito de fazer arte. Estamos aqui para reafirmar a pintura e propor uma nova arte, hipermoderna como deve ser, depois de tudo... com a mistura de estilos e tendências com um objetivo acima da estética. Como assim?

Vamos pintar, como der na telha, figurativo ou abstrato, estilizado ou brega, mas vamos pintar todos juntos não a paisagem que se vê mas sim aquela em que se vive. A terra será comum a todos, mas cada um colocará sobre ela uma poética própria vinda de sua atual pintura. A sombra projetada nos dará o horário que estaremos pintando a paisagem que estamos in loco. O louco in loco! Imediatamente o Ronaldo, um dos participantes falou: Segundo Roland Barthes esse ângulo chama-se Ângulo Insólito! Esse ângulo não serviu pra nada até agora na área estética. Estava nos esperando.
Pronto. Está fundada a Sociedade dos Pintores do Ângulo Insólito do Vale do Itajaí Açú. INSOLIT ANGLE. Um grupo de visionários que acreditam estar fazendo uma forma de arte, voltada pra terra, pela terra e para a terra. Terra à vista! Terreiros de parede...uma nova escola de pintura só seria possível no início de um novo século...então tá. Não é uma escola é uma grife do tipo Circo d' Soleil. Primeira mostra do grupo dia 11 de 11 as 11:0h no Mercado Municipal.

Depois faremos outras. No Bar Brasileirinho em Cabeçudas. A idéia é fazer oficinas e difundir o jeito de fazer paisagem. Um dos participantes, pintor local, marido da vice- prefeita, gente finíssima, já está providenciando uma casa para sede da Sociedade. Atelier e exposição em Itajai.

Neste verão é na Foz do Itajaí Açú. Dia 12, SARAU BENEDITO com a Sambíssima Trindade, o coletivo CLAP com a participação de poetas curitibanos e uma mineira. Ricardo Carvalho, Leprevost e Dani Morreale."

Rettamozo, El Retta

Um comentário:

Admir disse...

Dany,

O Retta é um desses malucos que se encontram nos desvãos da vida e que a gente sente um imenso prazer em conhecer pelas qualidades intelectuais, sensoriais, factuais, criativas.
Rhum! Sociedade do Ângulo Insólito! São mesmo uns malucos de primeira grandeza esses.

Veja a sombra
Como queres que a sombra seja
Se é isto o que desejas.
Senão,
Deixe-a apenas projetar-se no chão,
ou da imaginação, etérea imaginação,
Ao sabor da luz solar,
ou da luz fria do lugar
Aqueça-a
Do insólito ângulo do pensar.