quarta-feira, abril 05, 2006

EU


Minha alma parece carnaval.
Choro confetes colorido
me desenrolo feito serpentina.
Me escondo nas máscaras
marcando mistério.
Sambo com patas de fogo
soltando minha crina-dourada
Minha alma. EU.

2 comentários:

B R E N A disse...

A-M-E-I!

Pablo Araujo disse...

sim, dani, sem criação, não há coração.

beijo