terça-feira, março 27, 2007

quem não faz diferença...

Reflexão de fora:
O princípio parte da vontade que nasce da coragem creditada na capacidade da prepotência de onde habita a potência, na seqüência faz-se o ato que desabrocha, dá muda, ramifica e estabiliza. Dos galhos intactos verdes e vivos nascem as frutas boas para colheita.
Uma árvore carregada linda, ali parada, sem bichos nem mãos dos homens para colher, será apenas uma árvore pronta, com frutos prontos - vai apodrecer. No máximo um adubo ali e outro acolá para movimentar o ciclo da vida orgânica.

Inflexão de dentro:

Para cabeça sem miolo
um céu pode habitar
recheio de nuvem é vapor
água viva é vida em transpor
circuito de dias sem desatino
na cabeça mora o que é sadio
derramo minha água
como gota, letra e lágrima
saio do ninho e vou morar num livro
em qualquer mão terei vários destinos

Dani Morreale


7 comentários:

marcelo disse...

Vim deixar um beijo.

Marden disse...

Dani, não entendi! Mas achei bonito e triste.

Thiago Quintella disse...

Essa foto... a natureza imitou Van Gogh!!!

Cristina Godoi Patrus disse...

Façamos a diferença!
Digamos a que viemos!

Saudades de você, garota!
Beijão.

Anônimo disse...

SEU

DESATINO

EM

MINHA

MÃO

.

MEU

DESTINHO

AOS

TEUS

PÉS

.

Junior disse...

venha o que vier
vivemos o que der...

bjo e abrax

Makely disse...

Aposto que você está off-line!