quarta-feira, maio 24, 2006

prazer





Te rezo na noite de brilho
juro ao céu
com clemência e proclamo:

tua pupila
tua saliva
teu breu.

Um lua se forma,
é uma velha vela,
à iluminar!
-------------------

O tempo passou
a noite engoliu
o alcool evaporou
deixei lá meu vício
e minha conta no vermelho.

Mas você continuou,
estou feliz ao infinito ao quadrado.

Acredito na cura dos gritos
dos disses que não disse.

Acredito na gente.

A nuvem preta passou
e meus olhos não sabem nada do passado
só escuta sua voz de agora que me grita.

Não passo vontade
levo você no silêncio
e te sopro verdade.

Meu beijo é fofoqueiro
te conta que amo muito.
Te amo porque sinto.
Te amo porque amo.
Te amo porque não tem preço.

Em momento agitadíssimo da tarde de quarta-feira. Um tempo frio. Estou parada. Mas minha cabeça corre. E o resultado disso? Coração acelerado!

9 comentários:

lenguadefuego disse...

danielle, si fuera joven volaría a minas gerais para llenarte de besos, te imagino una chica da silva bianca.

Déborah Tolentino disse...

Dani querida... q sucesso!!! adorei! ta cheia de textos novos e eu sem fazer visitas.. afff pra mim! a vida anda corrida, you know.. bjokkssss

Antonio Carlos disse...

Fico comovido em testemunhar a alvorada da escritora. Você vai longe.

B R E N A disse...

Uai, gente!
Perdi tanta coisa acontecendo por aqui em tão pouco tempo...
Beijos, linda! Adoro!

MAÍRA LABANCA disse...

Putz!!! Sensacional esse texto!Amei! Copiei e já tá guardado!

Vc é boa, né? e corajosa. Adorei.



Ps:. eu não sei de nada!


Beijos!!!

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»

Anônimo disse...

Very pretty design! Keep up the good work. Thanks.
»